• Em até 6x sem juros no cartão*
0
Seu carrinho está vazio
  • A margem esquerda (Contos de Kolimá Vol. 2)
A margem esquerda (Contos de Kolimá Vol. 2)
-4%

A margem esquerda (Contos de Kolimá Vol. 2)

Contos de Kolimá Volume 2
Ref: 97885732662761
Avalie o Produto
R$ 74,01
Em até 3x sem juros
R$ 77,00
Pix
R$ 71,78
-3%
no PIX
Não sei o meu CEP
Produto indisponível!Podemos avisar você quando estiver disponível?

Descrição do produto

A margem esquerda é o segundo volume dos Contos de Kolimá, série em que Varlam Chalámov (1907-1982) narra a sua experiência como prisioneiro nos terríveis campos de trabalhos forçados do regime stalinista na Sibéria oriental, nas décadas de 1930 e 40. Ali, milhares de presos políticos - intelectuais, engenheiros, militares, artistas - viviam nas condições mais dramáticas, cumprindo jornadas desumanas no corte de florestas e na mineração, sob um frio extremo, enfrentando a fome e a opressão cotidiana de guardas, burocratas e criminosos comuns.

O título faz referência à margem do rio Kolimá onde se situava o hospital central dos gulags da região. Nesse local, cenário de vários contos do livro, Chalámov, após cumprir quase dez anos de pena, conseguiu emprego como paramédico, o que possibilitou sua transferência do cruel trabalho nas minas e, no fim das contas, sua própria sobrevivência.

As 25 histórias que compõem o livro trazem também relatos da famosa cadeia Butírskaia, em Moscou, do campo de Víchera, nos Urais, e do período de liberdade pós-kolimano. O volume inclui ainda um prefácio de Roberto Saviano, em que o autor de Gomorra conta o profundo impacto que a obra de Chalámov teve em sua vida.

 

SOBRE O AUTOR

Varlam Tíkhonovitch Chalámov nasceu em 1907, em Vólogda, Rússia, filho de um padre ortodoxo. Conclui os estudos secundários em 1924 e em 1926 é admitido no curso de Direito da Universidade de Moscou, quando começa a escrever seus primeiros poemas. Em fevereiro de 1929 é detido numa gráfica clandestina imprimindo panfletos contra Stálin. Condenado a três anos de trabalhos correcionais, cumpre a pena na região de Víchera, nos montes Urais. Libertado, retorna a Moscou no início de 1932.

Em 1936 tem sua primeira obra publicada: o conto "As três mortes do doutor Austino". Em janeiro de 1937 é novamente detido e condenado por "atividades trotskistas contrarrevolucionárias", sendo enviado para a região de Kolimá, no extremo oriental da Sibéria, onde permanecerá por 15 anos em diversos campos de trabalhos forçados.

No final do anos 1940, extremamente debilitado pelas condições extremas de sobrevivência nos campos, é ajudado por um médico e faz um curso de enfermagem, passando a trabalhar em hospitais de prisioneiros. Nessa época escreve os poemas dos Cadernos de Kolimá. Em 13 de outubro de 1951 chega ao fim sua pena. Retorna a Moscou em 1953, e com a ajuda de Boris Pasternak, volta a reinserir-se no meio literário. Em novembro desse ano começa a escrever os Contos de Kolimá, obra que vai absorvê-lo até 1973. No final da década de 1960, estes contos passam a ser publicados no exterior, e em 1981 recebe o Prêmio da Liberdade do Pen Club francês.

O ciclo dos Contos de Kolimá é hoje considerado uma das obras-primas da literatura de testemunho do século XX, ao lado dos relatos de Soljenítsin, Primo Levi e Jorge Semprún. Anos depois, quando a saúde de Chalámov se deteriora, passa a viver em um abrigo de idosos, vindo a falecer em 1982.

Características

Características Gerais

ISBN
9788573266276
Número de Páginas
304
Idioma
Português
Editora
Editora 34
Autor
Varlam Chalámov
Edição
Gênero
Contos / Literatura russa
Acabamento
Capa comum
Ano da Edição
2016
Dimensões
21 x 14 x 2 cm

Produtos Relacionados

Avaliações do produto

Ei, esse produto ainda não foi avaliado!

Conte para todos o que você achou dele.

Cookies
X

Este site utiliza cookies para te proporcionar uma melhor experiência. Ao continuar navegando, você aceita nossa Política de Privacidade.