• Em até 6x sem juros no cartão*
0
Seu carrinho está vazio
  • Também o Cisne Morre
Também o Cisne Morre
Sebo
-50%

Também o Cisne Morre

Ref: 97885250566581
Avalie o Produto
R$ 34,95
Em até 1x sem juros
R$ 69,90
Pix
R$ 33,90
-3%
no PIX
Não sei o meu CEP
Produto indisponível!Podemos avisar você quando estiver disponível?

Descrição do produto

APRESENTA PEQUENOS SINAIS DE USO, MAS QUE NÃO COMPROMETEM A LEITURA E A QUALIDADE DO PRODUTO VENDIDO.

 

Aldous Huxley (1894-1963) é um dos mais importantes escritores do século XX e ficou mundialmente conhecido não só pelo seu famoso romance Admirável mundo novo, como também por seus discursos pacifistas, cada vez mais urgentes na Europa daquelas décadas. Porém, vencido pela guerra que enfim chegara, Huxley mudou-se para os Estados Unidos onde também trabalhou, assim como F. Scott Fitzgerald e William Faulkner, como roteirista em Hollywood.

O contato impactante com a América o levou a escrever Também o cisne morre, que ganha nova edição. Publicado pela primeira vez em 1939, o romance narra o encontro de Jeremy Pordage, scholar britânico um tanto arrogante e inseguro, e Jo Stoyte, milionário tão poderoso quanto superficial, que o contrata para analisar uns documentos antigos — Stoyte teria sido inspirado, assim como o Cidadão Kane de Orson Welles, em William Randolph Hearst, magnata das comunicações conhecido por todos que estavam de alguma maneira ligados ao mercado cinematográfico.

No castelo kitsch de Stoyte, com provas de mau gosto e ostentação, Pordage conhece ainda a senhorita Virginia Maunciple, a jovem amante de Jo; Sigmund Obispo, cientista cuja pesquisa sobre a longevidade tem sido financiada por Stoyte; e Pete Boone, assistente de Obispo, cujas convicções revolucionárias seriam abaladas pelas ideias pacifistas de William Propter. Durante a narrativa, as tramas sobre as pesquisas de Pordage e Obispo, intercaladas pelos discursos e reflexões de Propter, aproximam-se até culminarem num final surpreendente.

O relançamento de Também o cisne morre faz parte do projeto da Biblioteca Azul de reeditar sua obra no Brasil.

 

SOBRE O AUTOR

Aldous Leonard Huxley nasceu em 26 de julho de 1894, na Inglaterra. Em 1916, publica seu primeiro livro, uma coletânea de poemas. A partir de 1921, sua reputação literária se estabelece, através de Crome Yellow. Em seguida, escreve Antic Hay (1923), Folhas inúteis (1925) e Contraponto (1928), sátiras onde analisa de modo espirituoso e implacável os dissabores do mundo moderno. No período anterior à Segunda Guerra Mundial, sua obra adquire tons mais sombrios, incluindo o célebre romance Admirável Mundo Novo (1932), antiutopia que descreve a desumanizada sociedade do futuro, e Sem Olhos em Gaza (1936), uma novela pacifista. Em 1937, deixa a Europa e se muda para a Califórnia. Além de ensaios sobre assuntos tanto culturais quanto religiosos, em que se nota a forte influência da mística oriental, Huxley publicou O Tempo Deve Parar (1944), O Macaco e a Essência (1949), A Ilha (1962) e As Portas da Percepção (1954), onde descreve suas experiências com a mescalina. Aldous Huxley faleceu em 22 de novembro de 1963, curiosamente mesmo dia do assassinato de John Fitzgerald Kennedy.

Características

Características Gerais

ISBN
9788525056658
Número de Páginas
352
Idioma
Português
Editora
Biblioteca Azul
Autor
Aldous Leonard Huxley
Edição
Gênero
Romance inglês
Acabamento
Capa comum
Ano da Edição
2014
Dimensões
20.8 x 14.2 x 1.8 cm

Produtos Relacionados

Avaliações do produto

Ei, esse produto ainda não foi avaliado!

Conte para todos o que você achou dele.

Cookies
X

Este site utiliza cookies para te proporcionar uma melhor experiência. Ao continuar navegando, você aceita nossa Política de Privacidade.